O MySQL e suas maravilhas

MySQLO MySQL é um SGBD relacional de código aberto usado na maioria das aplicações
gratuitas para gerenciar seus bancos de dados. O serviço utiliza a linguagem SQL (Structure Query
Language – Linguagem de Consulta Estruturada), que é a linguagem mais popular para inserir,
acessar e gerenciar o conteúdo armazenado num banco de dados.

 

Breve histórico
O MySQL é um SGBD relacional de código aberto usado na maioria das aplicações
gratuitas para gerenciar seus bancos de dados. O serviço utiliza a linguagem SQL (Structure Query
Language – Linguagem de Consulta Estruturada), que é a linguagem mais popular para inserir,
acessar e gerenciar o conteúdo armazenado num banco de dados.
Na criação de aplicações web abertas e gratuitas, o conjunto de aplicações mais usado é
o LAMP, um acrônimo para Linux, Apache, MySQL e Perl/PHP/Python. Nesse conjunto de
aplicações, inclui-se, respectivamente, um sistema operacional, um servidor web, um sistema
gerenciador de banco de dados e uma linguagem de programação. Assim, o MySQL é um dos
componentes centrais da maioria das aplicações da Internet.
O sistema foi desenvolvido pela empresa sueca MySQL AB e publicado, originalmente,
em maio de 1995. Após, a empresa foi comprada pela Sun Microsystems e, em janeiro de 2010,
integrou a transação bilionária da compra da Sun pela Oracle Corporation. Atualmente, a Oracle,
embora tenha mantido a versão para a comunidade, tornou seu uso mais restrito e os
desenvolvedores criaram, então, o projeto MariaDB para continuar desenvolvendo o código da
versão 5.1 do MySQL, de forma totalmente aberta e gratuita. O MariaDB pretende manter
compatibilidade com as versões lançadas pela Oracle.

Como usar o MySQL
Para utilizar o MySQL, é necessário instalar um servidor e uma aplicação cliente. O
servidor é o responsável por armazenar os dados, responder às requisições, controlar a consistência
dos dados, bem como a execução de transações concomitantes entre outras. O cliente se comunica
com o servidor através da SQL. A versão gratuita do MySQL é chamada de Edição da Comunidade
e possui o servidor e uma interface gráfica cliente.
O servidor deve ser instalado e configurado para receber conexões dos clientes. Sendo o
principal cliente a interface gráfica fornecida pela Oracle, denominada MySQL Workbench. Através
do MySQL Workbench, pode-se executar consultas SQL, administrar o sistema e modelar, criar e
manter o banco de dados através de um ambiente integrado. O MySQL Workbench está disponível
para Windows, Linux e Mac OS.
Na interface de modelagem do banco de dados do MySQL Workbench, pode-se definir
as entidades do banco de dados, seus atributos e relacionamentos, definindo, ainda, configurações
importantes como as chaves primárias e estrangeiras, os atributos que devem ser indexados,
relacionamentos (1:1, 1:N e M:N), dentre outras. Todas essas configuras são definidas nessa
interface.

O MySQL Workbench
MySQLWorkbenchDesenvolvido em C++ e Python, é uma ferramenta visual unificada para arquitetos de
banco de dados, programadores e DBAs. Um ambiente completo que permite além de realizar
consultas, criar diagramas e trabalhar com engenharia reversa.
Podemos destacar três pontos:
1. Designer
Permite que um DBA, desenvolvedor ou arquiteto de dados projete visualmente, o modelo,
bem como gerencie o seu banco de dados. Ele inclui tudo o que um modelador de dados
precisa para a criação de modelos ER complexos, tanto no desenvolvimento como usando
engenharia reversa, e também oferece recursos essenciais para mudanças dificultosas e
tarefas de documentação que normalmente exigem muito tempo e esforço.
2. Desenvolvedor
Oferece ferramentas visuais para criar, executar e otimizar consultas SQL. O Editor de SQL
fornece realce de cores em sua sintaxe, auto-completar, reutilização de trechos SQL e
histórico de SQL executadas. O painel de conexões de banco de dados permite que os
desenvolvedores gerenciem facilmente as conexões de banco de dados. O Navegador de
Objetos oferece acesso instantâneo a esquema de banco de dados e objetos existentes.
3. Administrador
Fornece um console visual para administrar facilmente ambientes que utilizem o MySQL e
obter uma melhor visibilidade em suas bases de dados. Desenvolvedores e DBAs podem
usar as ferramentas visuais para configurar seus servidores, administrar seus usuários,
realizar backup e recuperação de dados, inspecionar os dados, bem como visualizar o
desempenho do banco.
Como novidades aos administradores, temos a migração de conteudo para Microsoft SQL
Server, Sybase ASE, PostreSQL, SQLite, Oracle, dentre outros. Desenvolvedores e DBAs
podem, rapidamente e facilmente, converter aplicações existentes para serem executados no
MySQL tanto no Windows como em outras plataformas. A migração também suporta
versões anteriores do MySQL com os últimos lançamentos.